A Juventude Mariana Vicentina é uma associação que faz parte da Família Vicentina. Esta família é composta por várias associações e organizações que trabalham tendo como base o trabalho de São Vicente de Paulo. No Brasil, as unidade Vicentinas estão dividias por províncias. As principais são:

  • Província da Amazónia
  • Província de Belo Horizonte
  • Província de Curitiba
  • Província de Fortaleza
  • Província do Recife
  • Província do Rio de Janeiro

640px-SVdPPChurchjf7825_14Quando falamos da Juventude Mariana Vicentina existem algumas caraterísticas específicas que a identificam logo à partida. Estas caraterísticas são a base desta associação:

Laica e Eclesiástica

Considera-se que a esta é uma associação laical e eclesial porque é composta por uma comunidade de jovens leigos comprometidos que trabalham dentro da Igreja. Estes jovens vivem a partir do Evangelho e ao serviço dos mais pobres e necessitados.

Mariana

Esta associação é chamada de Mariana porque usa como exemplo principal a figura de Maria, mãe de Deus e da Igreja. Maria foi a primeira cristã e é uma figura singular de entrega e virtude. Os membros desta associação seguem seu exemplo de mãe, mulher e guia.

Missionária

Os jovens que fazem parte da Família Vicentina têm como um dos seus principais objetivos a evangelização dos povos, principalmente dos mais jovens. Além do mais, dedicam-se ao trabalho voluntário com os mais necessitados e sofredores de todo o Mundo.

Vicentina

A Juventude Mariana Vicentina assume este nome porque segue os preceitos de S. Vicente de Paulo. Esta figura histórica foi classificada por São Francisco de Sales, como “o padre mais santo do século”. Vicente de Paulo foi canonizado em 1737 e foi declarado Patrono de todas as Obras de Caridade da Igreja Católica em 1885, pelo Papa Leão XIII. Logo, uma das características predominantes das suas associações é a vontade de suprir as necessidades do Mundo e trabalhar em prol dos mais pobres.